Transitar de forma segura

Ir em baixo

Transitar de forma segura Empty Transitar de forma segura

Mensagem  Admin em Dom Nov 08, 2009 2:48 pm

Transitar de forma segura

Transitar de forma segura é proporcionar segurança a todas as pessoas envolvidas durante um determinado deslocamento, ou seja, ao condutor, ao passageiro e ao pedestre. E isso só é possível se todos tiverem um comportamento preventivo, a iniciar pelo condutor, que é responsável por sua própria segurança e pela dos passageiros que estão no veículo. Ele tem a função de comandar as ações, visualizando de forma difusa tudo ao seu redor, sendo preventivo, cortês e utilizando todos os meios necessários para evitar se envolver em acidentes. Mas será que ele realmente faz isso? Será que ele utiliza de todos esses meios? Essa são perguntas que ficam para que todos busquem seus próprios questionamentos, ou melhor, sua auto-avaliação.
Verificamos nas estatísticas e diversas ocorrências que as vítimas dos acidentes agravam seus ferimentos por não se utilizarem dos meios necessários para minimizar as conseqüências físicas sofridas nesses incidentes. Destaca-se como principal meio de proteção o cinto de segurança, o qual é insistentemente não-utilizado pelas pessoas. Essas mesmas que tentam enganar a fiscalização acabam enganando a si mesmas, pois no momento em que for necessário usufruir dos benefícios do uso do cinto de segurança esse uso indevido ou suposto uso fará a diferença entre a vida e a morte, bem como na qualidade de vida dessas pessoas, evitando seqüelas irreversíveis ocasionadas por um acidente. Por outro lado, é necessário destacar o comportamento do pedestre, que contribui de forma significativa para aumentar o número de vítimas nas estatísticas de acidentes. Ele reclama dos condutores, mas comete diversos erros no trânsito, seja no atravessar as vias em locais indevidos, aumentando a probabilidade de se envolver em acidentes, seja no descuido com crianças que estão sob sua vigilância. O mesmo se refere ao ciclista quando transita na contramão ou entre veículos se expondo a riscos desnecessários.
Portanto, buscar mecanismos para que as pessoas revejam sua forma de agir, cada qual com sua parcela de responsabilidade, tornou-se um dos principais desafios das autoridades.

Fazer com que as pessoas entendam que usufruir de um equipamento que foi pesquisado, testado e comprovada sua eficácia no proteger vidas se tornou uma meta e de nada adianta as pessoas fingirem ao passar por um local de fiscalização que estão utilizando o cinto de segurança, pensam que estão enganando, mas estão a enganar a elas mesmas e que quando houver a necessidade real de uso deste precioso equipamento irão sentir a falta em não utilizá-lo.

Fabiano dos Santos Goia - PRF/Educador de Trânsito/Professor.
Publicado no Jornal Agora de Rio Grande

Admin
Admin

Mensagens : 18
Data de inscrição : 07/11/2009

https://tstriogrande.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum